Nayara Beia

Teacher, ariana, apaixonada por geografia, por do sol, viagens, livros, boa música, musculação e cheia de vontade de viver!!

segunda-feira, 21 de julho de 2014


Nenhuma pessoa é igual a outra. Nem meu próprio corpo possui simetria milimetricamente idêntica. Logicamente que nem todos os dias seriam iguais. 
Peguei-me agora com um turbilhão de pensamentos, a mesma musica tocando, no mesmo lugar do quarto, basicamente no mesmo horário. Tudo tão igual, e eu tão diferente. 
Agora me sinto boba, boba por não controlar minhas emoções, por ser impulsiva, por chorar sem querer. Sinto-me boba por neste instante me sentir sozinha, mesmo estando cercada de pessoas que se importam comigo. Agora eu amo, essa é a diferença, e quando se passa a amar, sua vida já não está apenas em suas mãos, existe outra pessoa que tem plenos poderes sobre sua felicidade. Mas ao mesmo tempo, sinto-me corajosa e cheia de esperanças, pois quando tudo esta bem, as alegrias são somadas. 
No meio das minhas imperfeições ( que não são poucas) tem alguém que sonha, imagina, faz planos. Existe alguém que não existia antes, que espera uma ligação, uma mensagem, alguém que conta os dias para te ver, que tem medo de te perder. E apesar do dia hoje não ter sido o melhor, existe uma pessoa que não existia antes, uma pessoa que te ama e que não se arrepende de ter mudado, quero continuar sentindo sua falta na segunda mesmo depois de passar o sábado e domingo com você.. Eu quero enlouquecer de saudade, e quero que essa saudade me faça correr atrás de você, onde quer que esteja só pra eu abraçá-lo. Eu quero, na verdade, que leia meus textos, eu quero me apaixonar todos os dias por aquele cara alto, forte, de olhos escuros, de abraço apertado, de encaixe perfeito. Eu quero viver o que ninguém me permitiu que eu vivesse. Que ninguém me fez conhecer e que eu só conheço por você.