O céu estrelado e eu me perco com os pés na Terra..

Hoje o céu está simplesmente esplendoroso.
E foi olhando pra lua que encontrei inspiração para escrever.
Dentre todas as estrelas, existe uma que brilha mais forte; 
Parece que todas as pequenas a invejam pelo seu brilho. Por que isso?
Não deveriam ser todas iguais?
Não! pois nada é igual! Nem mesmo as estrelas no céu.
Como um corpo celeste e luminoso formado de plasma pode me fazer "perder" tanto tempo a observando?
Cerca de 170 bilhões de estrelas na nossa Via-Láctea, que todas as noites que resolvem aparecer, me fazem perder a noção e olha-las se tornou um vicio.
Há sempre estrelas no céu, mas não as vemos durante o dia porque a luz do Sol é mais forte que a delas. Mas quando a noite chega...
O céu fica pequeno para tanto brilho.
Não sei de onde vem essa paixão pelo céu, deve ser uma obsessão.
Confesso e isso é real, um dia ganhei uma estrela, mas quando o amor se foi parei de observa-la. Olhar para o céu era como mecher em uma ferida em cicatrização. 
Só quando a ferida parou de doer, é que tive coragem de voltar a contemplar o céu.
E hoje, totalmente curada, me perco nas noites estreladas.
Mas a estrela que você me deu, já não brilha mais.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O pedido de casamento dos meus sonhos...

Um paraíso chamado CHAPADA DOS VEADEIROS... Onde ficar?

"Se eu pudesse te dizer, aquilo que nunca te direi.Tu poderias entender, aquilo que nem eu sei". Sigmund Freud (caso Dora)