Nayara Beia

Teacher, ariana, apaixonada por geografia, por do sol, viagens, livros, boa música, musculação e cheia de vontade de viver!!

quinta-feira, 1 de março de 2012

Eu sou uma mulher de vários inícios...
E por experiência própria lhes digo, recomeçar é tao difícil quanto começar, mas vou devagar.
Afinal já não tenho mais tanta pressa. Aprendi a ser mais gentil com o meu passo, afinal, não há lugar algum para chegar além de mim.
A vida girou em falso como faz em tantas ocasiões, e deu-se o desequilíbrio. A gente cai, levanta, uns seguem de perna quebrada, outros de miolo mole, e muitos vão sem coração.
Mas cada um vai como pode.
Mas confesso que tem algumas coisas que não entendo e o que mais me assusta é que não dói mais. Estou tão vulnerável que não sinto nada.
Sem traumas. Sem dramas. Sem dores...
São as estradas da vida.
E infelizmente só podemos seguir uma delas, sem nunca saber como seriam as outras.
Agora me sinto forte, para que isso acontecesse só precisei abrir em mim um espaço maior para abrigar as coisas positivas, maior do que o local onde inevitavelmente eu armazenaria as ruins.

2 comentários:

  1. Recomeçar é a essência da sobrevivência de todos nós. Nada é para sempre, tudo acaba um dia, e devemos sempre estarmos preparados para as mudanças na vida.

    Linda postagem.

    ResponderExcluir
  2. Certamente recomecar é uma dadiva... olhando os erros cometidos e seguir em frente... obrigada ...

    ResponderExcluir