É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chopp é gelado. É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário, quando se vê de vez em quando. Difícil é amar quando o outro desaba, quando não acredita em mais nada e entende tudo errado, e paralisa, e perde o charme, o prazo, a identidade, a coerência, o rebolado! Nessas horas é que se vê o verdadeiro amor.. Aquele que é companheiro, que quer o bem acima de qualquer coisa, e é esse o amor que dura para sempre.!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um paraíso chamado CHAPADA DOS VEADEIROS... Onde ficar?

A escuridão é tão boa quanto a luz...

Buscando uma aventura ecológica de baixo custo ? Então vou lhe dar uma boa dica!!